Apple afetada pela queda nas vendas de iPhones

2019-07-31 As vendas de iPhones desceram, passando a representar menos da metade da receita trimestral da Apple, pela primeira vez em sete anos. O que afetou os resultados da gigante Apple, que registou entre março e junho uma subida de 1% na receita, para 53,8 mil milhões de dólares, enquanto os lucros desceram quase 13%, para 10,04 mil milhões de dólares, afetados pelo aumento de custos. Mas o seu líder, Tim Cook, descreveu esta mudança como um sucesso na diversificação de produtos, antecipando maior crescimento no atual trimestre.

No entanto, e ao contrário do que o mercado temia, as vendas na China – o maior mercado mundial de smartphones – as vendas da Apple, que começaram a recuar quase que no inicio do ano, acabaram por não descer assim tanto, diminuindo as preocupações de que a tensão comercial entre os EUA e a China prejudique a posição da Apple num dos mercado smais relevantes.

A descida mundial das vendas de telemóveis tem levado a marca da maçã a focar-se nos acessórios, como o Apple Watch, música, aplicações, jogos e vídeo. “Na verdade, crescemos na China continental. A receita não relacionada como iPhone subiu 17%. Crescemos em todas as categorias fora do iPhone”, garantiu Tim Cook à Reuters.  Globalmente, as vendas do iPhone caíram 12%, registando receitas de 25,99 mil milhões de dólares, depois de caírem 17% no trimestre anterior.

A Apple espera que as receitas para o atual trimestre, o último do seu ano fiscal, fiquem entre 61 e 64 mil milhões de dólares. Com a suspensão das tarifas sobre as importações chinesas, que incluem os iPhones, e a desaceleração das tensões comerciais entre os EUA e a China, um importante mercado para a marca, as perspetivas são animadoras.

Recorde-se que pelas contas da Canalys, a Apple perdeu no trimestre quota no mercado chinês, passando de 6,4% para 5,8%, também porque a Huawei ganhou mercado. Mas a marca perdeu ainda para concorrentes como a Xiaomi, Oppo e Vivo.
 

Com uma experiência digital conectada, controlado através de um smartphone


Postmates opera no mercado norte-americano


Tecnológica apresenta Relatório de Impacto Sustentável e novas metas para 2025


Com regulamento que facilita transição para a nova geração móvel


Para reforçar atividades terá investido 180 milhões de dólares


No âmbito de uma mudança estratégica na rede de retalho


Fabricante reforça posição no ranking BrandZ


Gigante terá dado mais de 1,2 mil milhões pela startup


Para partilhar nos seus serviços News e Discover