Lucros da Samsung afundam 55% no 2º trimestre

2019-07-31 O lucro da Samsung Electronics caiu 55% no segundo trimestre do ano face a período homologo do ano passado, para 10,22 biliões de won (7,753 mil milhões de euros). As vendas recuaram 8,8%, para 108,52 biliões de won (82,288 mil milhões de euros). O grupo sul-coreano, o maior vendedor mundial de smartphones, foi afetado pelo abrandamento das vendas de memórias e dos seus smartphones mais icónicos e topo de gama, como o Galaxy S10.

Também os resultados operacionais recuaram 56%, para 6,6 biliões de won, o valor mais baixo desde que a empresa teve de lidar com as consequências do risco de incêndio do Galaxy Note 7, em 2016.  A Samsung atribui a fraca performance às fracas condições de mercado no negócio de semicondutores, apesar do pequeno aumento na procura de memórias. E antecipa que a situação deverá melhorar um pouco na segunda metade do ano, embora alerte para “incertezas externas”, provavelmente uma referência às implicações de várias disputas comerciais internacionais.

No negócio de telemóveis, a receita subiu 8%, mas os lucros recuaram 42% no semestre. A Samsung diz que as entregas de telefones aumentaram, com fortes vendas nos modelos de gama média, como o Galaxy A50 e A70. No entanto, nos topos de gama, como o Galaxy S10, registou-se um “fraco impulso de vendas” no trimestre.

A Samsung espera agora que os próximos lançamentos de smartphones, o Galaxy Fold e o Galaxy Note 10, ajudem a dinamizar as vendas de smartphones premium, planeando ainda lançar modelos mais competitivos.
 

2019-09-13 | Atualidade Nacional

Roadshow internacional do grupo vai passar pelo mercado nacional


2019-09-12 | Atualidade Nacional

Regulador e operador avançam como comunicados e acusações


Pelas suas práticas na área da publicidade


Para pôr fim a um processo de fuga aos impostos


2019-09-12 | Breves do Sector

Com uma experiência de gaming única


2019-09-12 | Breves do Sector

Tecnologia de comunicação NarrowBand-IoT permite recolha de dados de consumo