Microsoft quer apagar pegada de carbono até 2030

2020-01-17 Dentro de 10 anos, a Microsoft quer ser 100% carbono negativa e em 2050 vai retirar do ambiente todo o carbono que a empresa emitiu desde que foi fundada, em 1975. O compromisso, feito pelo seu CEO, Satya Nadella, abrange ainda toda a sua cadeia de valor.

Assim, a tecnológica anunciou um ambicioso programa de redução das emissões de carbono para mais de metade em 2030, tanto para emissões diretas como para toda a cadeia de valor e fornecimento. Isto significa reduzir as emissões diretas e as emissões relacionadas com a energia que usa para perto de zero até à metade da presente década

"Apesar do planeta precisar que alcancemos a meta de zero carbono, nós podemos fazê-lo mais depressa e podemos ir além da meta, devemos fazê-lo. É por isso que hoje anunciámos um objetivo ambicioso e um novo plano para reduzir e, finalmente, acabar com a pegada de carbono da Microsoft. Em 2030, a empresa será negativa em carbono, e, em 2050, vai retirar do ambiente todo o carbono que emitiu diretamente ou através do consumo de energia, desde que foi fundada, em 1975", refere o Presidente da Microsoft, Brad Smith.

Foi ainda anunciada uma nova iniciativa para se usar a tecnologia Microsoft destinada a ajudar os fornecedores e clientes de todo o mundo a reduzirem a sua própria pegada de carbono. E criado um fundo dedicado à inovação ambiental, no valor de mil milhões de dólares, para acelerar o desenvolvimento global de tecnologias de redução, captura e remoção de carbono.

Em 2021, a Microsoft pretende ainda tornar a redução de carbono uma condição explícita nos seus processos de aquisição de produtos e serviços. E a sua jornada de redução será detalhada num Relatório Anual de Sustentabilidade Ambiental, ao mesmo tempo que apoiará políticas públicas que acelerem a redução e remoção de carbono.

Com uma experiência digital conectada, controlado através de um smartphone


Postmates opera no mercado norte-americano


Tecnológica apresenta Relatório de Impacto Sustentável e novas metas para 2025


Com regulamento que facilita transição para a nova geração móvel


Para reforçar atividades terá investido 180 milhões de dólares


No âmbito de uma mudança estratégica na rede de retalho


Fabricante reforça posição no ranking BrandZ


Gigante terá dado mais de 1,2 mil milhões pela startup


Para partilhar nos seus serviços News e Discover