Google e Governo cooperam na recuperação económica e transição digital

2020-09-29 A Google Portugal assinou um memorando de entendimento com o Governo, com o objetivo de apoiar no processo de transição digital e oferecer as ferramentas e a formação que irão ajudar nas competências digitais e na empregabilidade, acelerando a recuperação económica. Assim, o programa "Grow Portugal with Google" (g.co/GrowPortugal) está alinhado com as prioridades definidas pelo Executivo no que respeita às competências digitais, empregabilidade, startups e inteligência artificial.

O memorando de entendimento foi assinado pelo Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, e pelo Country Manager da Google Portugal, Bernardo Correia. Estabelece uma série de programas para desenvolver uma rápida aceleração da adoção tecnológica.

Assim, a partir de hoje, e em parceria com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), quando as pessoas pesquisarem por empregos no Google terão uma experiência imersiva que lhes permitirá explorar empregos na web e  refinar as pesquisas para irem de encontro às suas necessidades. Esta experiência já ligou 10 milhões de pessoas a empregos em todo o mundo.

Já a partir de 6 de outubro arrancará a versão online do Atelier Digital, que foi lançado em 2016, tendo formado desde então mais de 83 mil portugueses em competências digitais, com cursos online e presenciais em colaboração com o Conselho Coordenador dos Politécnicos Portugueses. Agora, a versão presencial do Atelier Digital foi convertida para o online, numa versão webinar com um total de 10 sessões com 10 politécnicos diferentes. Este ano, o objetivo é treinar 32 mil portugueses em competências digitais, mais 10 mil que no ano passado.

A partir 14 de outubro, o Android Training Program, lançado em 2019 pela Google, em parceria com instituições de educação, para formar os portugueses em programação, vai ser alargado. O objetivo é abranger também agora a formação em cloud e machine learning, através de novas parcerias com Universidades para eventos online, com o objetivo de formar mais 3 mil programadores ao longo de 12 eventos. Até ao momento, foram realizados 14 eventos com um total de mais de 3 mil programadores formados.

A Google pretende ainda lançar a ferramenta AI for Business, para proporcionar às empresas a obtenção de recomendações personalizadas sobre como podem implementar a IA nos seus negócios. A IA tem o potencial para transformar a forma como funcionam os negócios - melhorando a competitividade global.

A tecnológica juntou-se ainda à Indico Capital Partners para lançar o programa de aceleração Indico Accelerator Program powered by Google for Startups. O programa está a decorrer com o apoio da StartUp Portugal e será concluído em junho de 2021 e inclui mentoring, formação, masterclasses, apoio na obtenção de financiamento, recrutamento e segmentação de produto e de consumidores da parte da Google e da Indico.

Em paralelo, a Google lançou com a AICEP três webinars gratuitos, com foco na expansão internacional, para mostrar como o digital pode ajudar as empresas, e em especial empresas de retalho, da escolha do mercado correto à preparação para ser uma empresa global.

 Os seis programas são parte do acordo com o Governo e destinam-se apoiar Portugal na recuperação económica. Em julho, a Google assumiu um novo compromisso de ajudar 10 milhões de pessoas e negócios na Europa, Médio Oriente e África (EMEA) a encontrar empregos, na digitalização e a crescer.

"A necessidade de redefinir estrategicamente competências e atividades a serem desenvolvidas no âmbito Europeu coloca oportunidades e desafios às empresas em Portugal.  Temos de pensar coletivamente no que devemos fazer para afirmar Portugal como uma sociedade verdadeiramente desenvolvida assente na inovação, inclusiva e tecnologicamente avançada. Esta colaboração é disso exemplo e estou convicto que será um importante contributo para o reforço da capacitação digital da nossa população, imperativa para que possamos continuar a superar com sucesso os desafios da digitalização", refere o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, citado num comunicado da Google.

"A tecnologia tem de ajudar todas as pessoas - independentemente de onde moram, ou do seu nível de ensino. Durante muito tempo, a Google tem vindo a investir nas competências digitais de forma a ajudar Portugal na sua viagem de transição digital. Este novo programa será, estou certo, um catalisador nesta retoma económica e iremos continuar a trabalhar com o Governo, parceiros e associações para ajudar muitos Portugueses e as pequenas e grandes empresas deste país a dar o salto digital de que precisam para terem sucesso no mundo de hoje", acrescenta Bernardo Correia, Country Manager da Google Portugal.

"Num mundo cada vez mais digital, é determinante para o IEFP estar na linha da frente da disponibilização de canais e recursos que permitam responder às necessidades de cada um e garantir o acesso rápido à informação, nomeadamente às ofertas de emprego, e esta parceria com a Google vem ajudar o IEFP neste compromisso com os seus utentes. Através da experiência de Empregos na Pesquisa, é fácil ter acesso a informação atualizada sobre as ofertas de emprego sem necessidade de entrar no iefponline, só tendo que o fazer caso o utente pretenda candidatar-se à oferta. Esta iniciativa insere-se num projeto mais alargado do IEFP que visa a modernização dos serviços e a utilização de ferramentas digitais, como mecanismos de customização dos serviços às necessidades e potencialidades dos nossos utentes", diz António Valadas da Silva, presidente do IEFP.


2020-10-28 | Atualidade Nacional

Para ajudar clientes a acelerar a transformação digital


2020-10-28 | Atualidade Nacional

No âmbito do roadmap para a digitalização das empresas


2020-10-28 | Atualidade Nacional

Maiores fornecedores da AP obrigados a enviar faturas por via digital a 1 de janeiro


2020-10-21 | Atualidade Nacional

Envolvendo várias empresas e entidades


2020-10-20 | Atualidade Nacional

Considerando que regulador desconsiderou impactos da pandemia


2020-10-20 | Atualidade Nacional

Miguel Almeida diz que regras do leilão de 5G condenam setor “à idade das trevas”


2020-10-19 | Atualidade Nacional

Serviço abrange os três operadores com infraestrutura própria